¨ SEJAM BEM VINDOS ¨

AO BLOG DE BOA VIAGEM

"
A CIDADE DO AMOR "

sábado, 13 de março de 2010

Mulher morre para proteger os filhos :

Clique para Ampliar

Maria Lúcia morreu ao tentar evitar que os dois filhos fossem alvos dos atiradores. Ela recebeu três tiros.

 Os moradores da Rua Jatay, no bairro Aracapé, foram surpreendidos no fim da manhã de ontem com barulho de tiros na casa de número 430. Instantes depois, o corpo da dona-de-casa Maria Lúcia de Sousa, 47, foi encontrado na calçada com três perfurações a bala na cabeça. Os acusados do crime ainda não foram identificados. Policiais militares que estiveram no local, afirmaram que se tratava de um casal.

Conforme testemunhas, um homem e uma mulher chegaram na casa de Maria Lúcia a procura da filha dela. "Com uma pistola na mão, o homem rendeu um filho da vítima e mandou que ele deitasse no chão. O rapaz não obedeceu e saiu correndo", contou o tenente PM Daniel Lima, fiscal da 1ª Companhia do 6º BPM (Maraponga).

O acusado passou a disparar contra o jovem. A mãe tentou evitar que os filhos fossem mortos e virou o alvo do atirador. Ela recebeu três tiros e caiu morta na calçada da casa, onde vivia com os dois filhos.

De acordo com os levantamentos preliminares da Polícia, o crime pode ter como motivação dívidas com traficantes de drogas. "A filha da vítima era mulher de ex-presidiário, morto em 2009. Segundo informes repassados por testemunhas, ela levava drogas para ele quando o mesmo estava preso e essa dívida seria relativa ao extravio de drogas. Acredito que o alvo fosse a filha dela", revelou o oficial.


Cápsulas
Cápsulas de pistola calibre 380 foram encontradas na residência e recolhidas pelos peritos da Coordenadoria de Criminalística (CC), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Em pé, na porta da sala sem móveis, a irmã da vítima, Marta Elita de Sousa, 45, pedia Justiça. "É horrível. Nós somos pobres, não temos dinheiro e nem advogados, mas esse crime não pode ficar assim. Queremos Justiça", afirmou. Ela contou também que a irmã morava com os dois filhos e que no local existia uma locadora, mas que havia sido fechada.

F - DN :

CHARGE :

Charge

Mulher morre após cair de moto e bater a cabeça no chão em Fortaleza :

 
 
Momentos depois, uma caminhonete não percebeu que os veículos reduziam a velocidade por causa do acidente e colidiu em um carro, causando engavetamento de quatro veículos

Pré-Sal – Cid pede apoio aos senadores :

cidbomes

O governador Cid Gomes (PSB) fez um apelo, nesta manhã de sexta-feira, quando participou da solenidade de inauguração da Rádio Senado, no prédio da TV Ceará.
Tendo a presença ali dos senadores Inácio Arruda (PCdoB) e Patrícia Saboya (PDT), pediu empenho dos dois em favor da aprovação de emendas que garantiram a distribuição dos royalties do futuro pré-sal para todos os Estados
O projeto, já aprovado pela Câmara dos Deputados nesta semana, desconcentra a política atual de royalties que beneficia os estados produtores, no caso Rio, Espírito Santo e São Paulo.
Par Cid, esses recursos serão fundamentais para a sedimentação de um Páis mais justo, já que abrirão perspectivas de as regiões pobres como o Nordeste terem condições de ampliar seu crescimento.

F - NKL :

“Ceceu” é eleito presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas do Ceará :

 http://www.mvhp.com.br/ceceu1.jpg

José Marcelo Pinheiro (Ceceu) foi eleito, nesta sexta-feira, presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas do Estado do Ceará (Atrace). Ele derrotou Marcos Peixe por uma diferença de 20 votos, numa campanha que contou com a coordenação do ex-presidente da entidade, José Lúcio de Souza.

VEJAMOS –  A chapa de Ceceu considera a derrota de Marcos Peixe uma derrota do atual presidente da OAB do Ceará, Valdetário Monteiro que, inclusive, fez campanha junto aos advogados trabalhistas no Fórum Trabalhista Autran Nunes.

F - NKL :

TJ condena Metrofor a indenizar comerciante em R$ 15 mil :

fotoo
A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) confirmou a sentença que condenou a Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) a pagar indenização de R$ 15 mil por danos morais à comerciante M.L.D.P, vítima de transtornos ocasionados pelas obras de construção do metrô de Fortaleza.
“Fica evidente a existência do dano moral sofrido pela promovente com os distúrbios causados pela execução de obra pública realizada pelo Metrofor”, disse o relator do processo em seu voto, desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva, durante sessão de julgamento no último dia 10/03.
Conforme os autos, M.L.D.P trabalhava no comércio informal vendendo “quentinhas” em sua residência, localizada na av. Carapinima, em Fortaleza. Ela afirma que, a partir de agosto de 1999, com o início das obras do Metrofor naquela área, o acesso dos clientes foi inviabilizado, prejudicando assim o seu comércio. Ela informa também que, por diversas vezes, teve que se “retirar às pressas de casa em plena madrugada devido ao risco iminente de desmoronamento”.
A comerciante ajuizou ação de reparação de danos contra o Metrofor, pleiteando indenização no valor de R$ 200 mil, sendo R$ 143 mil por danos morais e R$ 57 por danos materiais. Ela argumentou que teve a renda diminuída por conta da redução das vendas de “quentinhas” e que sofreu abalos psicológicos com as rachaduras e os tremores em sua residência. Em sua contestação, a Companhia de Transportes defendeu que não houve provas da ocorrência dos danos alegados pela vítima.
Em 8 de junho 2007, o juiz Manoel Cefas Fonteles Tomaz, da 23ª Vara Cível, julgou a ação e condenou o Metrofor a pagar indenização por danos morais de R$ 15 mil. O valor deve ser corrigido monetariamente pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e acrescidos de juros legais de 1% ao mês, contados a partir do evento danoso. Sobre o dano material, o magistrado entendeu que “não há nos autos prova consistente e capaz de demonstrar que a promovente suportou prejuízos por causa das obras”.
Inconformada, a Companhia de Transportes interpôs recurso apelatório (682510-79.2000.8.06.0001) no TJCE, objetivando modificar a decisão do magistrado.
Ao analisar o recurso, a 4ª Câmara Cível deu parcial provimento ao recurso, mas somente para modificar o início da correção monetária, considerando este cálculo a partir do arbitramento da indenização e não da data do evento danoso. A Turma manteve o dano moral e demais termos da sentença.”

F - TJ-CE

Secretário garante o leite das crianças :

cailosantana
O secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Camilo Santana, lança neste  sábado, às 8h30min, em sua terra natal, Barbalha (Região do Cariri), o Programa Leite Fome Zero. Em seguida, às 10h30min, Camilo lançará a novidade em Abaiara.
A ordem, segundo o secretário, é combate a fome nos municípios cearenses com menores índices de desenvolvimento garantindo alimento saudável e básico, no caso o leite. Ao mesmo tempo, a SRD fortalece esse setor produtivo do Estado.

F - NKL :

PV estuda expulsar ministro da Cultura por apoio a Dilma :

 http://2.bp.blogspot.com/_L-2HnNoBTiY/SrwzgaRy-WI/AAAAAAAABmY/92b9JfDAlNg/s400/MINISTRO+DA+CULTURA.bmp

Um dia após o ministro Juca Ferreira (Cultura) ter pedido licença do PV para permanecer no governo e apoiar as candidaturas petistas à Presidência e ao governo da Bahia, integrantes da cúpula do partido passaram a estudar a sua expulsão. O tema será discutido em reunião da executiva da legenda, no mês que vem.

A licença pedida pelo ministro foi uma reação ao pedido do PV para que ele deixasse a pasta até o final deste mês. "O partido vinha verificando que ele estava empenhado na candidatura da ministra Dilma", disse o vereador carioca Alfredo Sirkis (PV), um dos coordenadores da campanha da senadora Marina Silva (PV-AC) ao Planalto.

Outro incômodo da cúpula do PV foram as recentes declarações de Juca contrárias à candidatura do partido ao governo da Bahia, onde o ministro prefere apoiar a reeleição de Jaques Wagner (PT). No Estado, o PV terá como candidato o deputado federal Luiz Bassuma. "[Essa candidatura] foi a gota d´água", disse ontem o ministro da Cultura.

F - NKL :

Prazo para reivindicar perdas da poupança no Plano Collor acaba segunda :

http://www.blogdotamandua.com.br/images/fotos/noticias/full/1268404127.jpg

Os investidores com saldo nas cadernetas de poupança em março de 1990 têm até segunda-feira (15) para acionar a Justiça e tentar reaver as perdas da aplicação por conta do Plano Collor, que completa 20 anos no dia seguinte.

Em 16 de março de 1990, um dia após tomar posse como presidente da República, Fernando Collor de Mello anunciou o Plano Collor, que incluiu o bloqueio dos saldos da contas correntes e das cadernetas de poupança acima de Cr$ 50 mil (cruzeiros). O dinheiro retido ficaria no Banco Central por 18 meses, rendendo correção e juros de 6% ao ano.

As cadernetas de poupança, no entanto, foram corrigidas por um índice menor do que o habitual: em vez do IPC (Índice de Preços ao Consumidor), os saldos passaram a ser reajustados pelo BTNF (Bônus do Tesouro Nacional Fiscal), criado na ocasião.

F - NKL :